Início > cinema, NERD/GEEK, Tecnologia > G.I. Joe – Brinquedos e muita ação. (E um verão decadente).

G.I. Joe – Brinquedos e muita ação. (E um verão decadente).

"knowing is half the battle"

"knowing is half the battle"

por Gabriel Caldas

Eis que hoje fui ver o ultimo suspiro de blockbuster desse ano.

Sim, sobrevivi em vergonha assistindo Wolverine. Vi Terminator Salvation e fiquei feliz que o filme foi bom o suficiente e se manteve na mitologia,mas não foi ÓTIMO, só bom. Isso basta por que depois veio Transformers 2 e eu quase perdi a fé na humanidade vendo que esse foi o filme que mais rendeu no mundo esse ano (até agora, Avatar! Save us!).

Então faltava um. G.I. Joe. Mais um brinquedo meu de infância virando filme. O que me trouxe risos ao ver a Hasbro ganhando até logo de “produtora de cinema” no começo do filme. Muitas coisas estão erradas nisso tudo, inclusive a experiência de “gostar” do que eu estava vendo. É um filme baseado em BONECOS action figures! Não esperava nada brilhante, mas ainda assim consegui me divertir muito com o filme. Mesmo com alguns diálogos toscos de doer, a cena de batalha sub aquática me lembrando do Retorno de Jedi e até mesmo propagandas do Norton Antivírus (que provavelmente achou uma que seria inteligente vender a idéia que uma base terrorista super avançada vai usar o Norton e isso vai me fazer querer usar também), e claro, como não lembrar dos créditos finais tocando Black Eye Peas.

Sem dúvida a pior forma de se finalizar um filme. Me senti sendo expulso da pior rave que já fui por causa do meu bom gosto musical.

Mas estou sendo duro demais, o filme é bom. Me diverti muito com as cenas de ação que não foram poucas. O roteiro usa o “em um futuro não muito distante” de uma forma esperta para extrapolar nas tecnologias usadas no filme. Nanobots existem, mas ainda não chegaram no ponto de fazer o que acontece no filme, mas ainda assim, vender a idéia foi o suficiente para acreditar no perigo imediato que os vilões queriam provocar. Muitas mortes, o que eu não esperava em um filme de brinquedo. Snake Eyes e suas cenas e flashbacks mostram que Ray Park vai ser sempre o cara… mesmo não vendo o seu rosto ou não dizendo nada. Mulheres lindas lutando e se sendo gostosas na tela, uma “seqüência de treinamento Rocky Style” com trilha sonora e a sensação de que se passaram meses, mas que na verdade não foi nem 2 dias, (clássico!!!). Enfim, o filme mostra tudo que o blockbuster é em seu núcleo. Mas ainda assim me diverti, mesmo sabendo que não era um filme ótimo.

Acho que Wolverine e Transformers 2 danificaram o meu julgamento. Mas sei que isso será consertado assim que assistir o ultimo do Tarantino e Distric 9, esperando Avatar para salvar o ano. Tempos melhores virão, mas esse verão foi amargo.

Anúncios
Categorias:cinema, NERD/GEEK, Tecnologia Tags:
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: