Início > cinema > Cinema: The Hangover

Cinema: The Hangover

por Tiago Volpato

rio_janeiro_cinema_comedia_beber_nao_case

Era um longínquo ano 2000. Os Estados Unidos tinham um presidente branco. Pessoas passeavam tranquilamente por Nova York e não se sentiam vulneráveis. Foi nessa época estranha em que Cara, cadê meu carro? chegou aos cinemas. O filme trazia as aventuras de uma dupla de palermas (formados por Ashton Kutcher e Seann W.Scott) que após acordarem de uma noite de bebedeira não se lembram de nada, principalmente de onde estacionaram o carro (daí o título do filme, sacou?)

Nove anos depois e o mundo mudou completamente (se você tivesse sido congelado no ano 2000 e acordado em um mundo sem Michael Jackson e com o Gugu na Record, enlouqueceria). Eis que surge no cinema um filme que conta a história de um grupo de amigos que acordam de uma noite de bebedeira sem lembrar bulhufas do que aconteceu.

Nesse momento você vai me interromper e falar, Cara, eu já não vi isso?

Não. Comparar Cara, cadê meu carro? com The Hangover é como comparar o Barrichelo com o Schumacher só porque os dois dirigiram uma Ferrari.

The Hangover (dirigido por Todd Philiphs, escrito por Jon Lucas e Scott Moore) conta a história de quatro amigos que resolvem fazer a clássica viagem para Las Vegas, para celebrar a despedida de solteiro de Doug (Justin Barta), e depois de uma noite de folia sem fim, acordam com a maior ressaca. O filme gira em torno dessa super ressaca (The Hangover) e não do casamento bêbado de um dos personagens, que não contarei aqui para não estragar a possível surpresa, como faz sugerir o título em português (Se beber não case).

O filme traz ótimas piadas, diálogos excelentes e situações absurdamente engraçadas, amarrando a história do inicio ao fim, esclarecendo aos poucos os misteriosos acontecimentos da noite anterior (que envolvem um tigre, uma galinha, um chinês afetado e um bebê) sem se arrastar muito com as explicações (a cronologia mesmo do que aconteceu, só é apresentada nos créditos, quando os quatro amigos se reúnem para ver as fotos da noite).

Somam-se a isso ótimas atuações de Ed Helms (brilha muito em The Office), Bradley Cooper e Zach Galifianakis (que está excelente no papel do maluco-psicopata-retardado mental), e não é preciso muito para que The Hangover seja a comédia do ano.

Para fechar o raciocínio e explicar porque diabos eu citei o Cara, cadê meu carro? no início do texto, falo da mudança que a comédia americana está passando. Depois de aturarmos American Pie e o já comentado Cara, cadê meu carro? Encontramos em filmes como Super Bad, The Hangover, Ligeiramente grávidos e outros, a redenção de um gênero que estava desgastando há muito tempo. Esta mudança vem em boa hora trazida por um grupo de novos comediantes americanos que mostram que por mais absurda que seja uma comédia, ela pode sim ser engraçada, desde que feita do jeito certo.

Saem de cena os Ashton Kutcher e entram Seth Rogen, Judd Apatow e outros, trazendo esta bela mudança. Yes, we Can! (entendeu agora porque coloquei o Obama no início desse texto?).

hangover (9)

Anúncios
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: