Archive

Arquivo por Autor

Vegas Bingo Card

Vegas-Bingo-Card_0

Muito usada por roteiristas de Hollywood.

Via HolyTaco

Categorias:Uncategorized Tags:

Summer’s gone

01

Se os clichês das comédias românticas costumam te irritar, (500) Days Of Summer provavelmente será a antítese desse sentimento. Não se trata de uma história de amor, tampouco daquelas onde o casal protagonista se separa e, após uma reviravolta, consegue ficar junto. E você torce por eles, mesmo sendo alertado nos minutos iniciais que você não verá um final feliz entre Summer (Zooey Deschanel, do She & Him) e Tom (Joseph Gordon-Levitt).

(500) Days Of Summer fala como o amor pode ser um grande constrangimento; é a personificação do “que seja eterno enquanto dure”. Mostra que afinidades – sejam elas quais forem – não são decisivas numa relação. E mostra como a vida não é, simplesmente, preto no branco. É colorida e cheia de opções (o filme usa a metáfora das estações). Chega a ser impossível não se identificar com um dos personagens, com as piadas e particularidades que todo casal tem.

Ao contrário do que somos levados a acreditar, grandes amores nem sempre duram…pra sempre. Mesmo que tenha tentado convencer, o filme não é otimista. Os tons neutros da fotografia denunciam e mostram uma L.A. bege, diferente do que estamos acostumados a ver, e como potencial cenário para decepções amorosas profundas, posto encabeçado há alguns anos no cinema por Nova Iorque.

A trilha sonora, as referências literárias (Dorian Gray) e cinematográficas (A Primeira Noite de um Homem) tornam (500) Days Of Summer um filme possível. É real. E isso assusta.

Texto também publicado aqui.

Categorias:cinema Tags:

Como sobreviver a um desastre natural…

…segundo Hollywood.

summary_image

Via Cracked.com

Rumor: Beyoncé pode ser Mulher Maravilha no cinema

WonderWomanIdentityCrisisPo

O Q? do dia fica por conta de uma recente declaração que a Beyoncé deu numa coletiva de imprensa. Segundo o site ComicBookMovie, a cantora deu detalhes sobre a produção do filme da Mulher Maravilha, o qual ela será protagonista. Stop. Rewind. Isso é pra valer? Beyoncé, fisicamente, até lembra a Wonder Woman, mas…gente, ela não sabe atuar.

Pra você ter noção do quanto isso pode ficar sério, Beyoncé também soltou que vai se reunir com o diretor e roteiristas ainda esse ano e que a produção deve começar ano que vem – querem lançar o filme em 2011. E piora: os encarregados pelo roteiro serão Stuart Beatti e David Elliot (GI Joe) e a vaga na direção está cotada para John Moore (Max Payne). Tá bom ou quer mais? Quem torce contra tudo isso levanta a mão \o/

Twits

E então o Washington Post produziu o que há de mais engraçado na internet atualmente – como se não fosse suficientemente engraçado acompanhar o que as celebridades escrevem no Twitter, a dramatização desses posts leva a diversão para um outro nível. Até agora, são 3 episódios. O último saiu hoje. Eu vou acompanhar, e vocês?

Categorias:Vídeo, youtube Tags:,

True Blood pode virar game

trueblood-mouth2

Parece que a HBO tá mesmo afim de tirar uma graninha em True Blood. Após lançar a bebida que leva o nome da série, a emissora entrou com um registro de patente para um game baseado nas criações de Alan Ball. A solicitação inclui jogos eletrônicos para todos os consoles existentes (oi, iPhone?) e, também, online. Esperemos por maiores informações.

Fonte: Omelete

Categorias:Games, True Blood, TV, Vampiros

Depeche Mode + True Blood = Corrupt

Por Yasmin Medeiros

Quem tentou baixar o season finale de True Blood no último domingo não entendeu nada. A HBO optou por exibir uma maratona com os últimos episódios da segunda temporada, fazendo uma grande recapitulação para o próximo domingo, dia 13, quando saberemos o que vai acontecer na nem tão pacata Bon Temps.

Durante a maratona, a HBO exibiu um vídeo inédito – um clipe da música Corrupt, do Depeche Mode, com imagens dos personagens e da banda. A letra, “eu poderia te corromper / isso seria tão fácil / ver você sofrer / garota, isso me agradaria / você vai chorar de dor / implorando para que eu faça meus jogos” encaixou perfeitamente no espírito da série. Aos poucos, True Blood se consolida como a série mais intrigante da atualidade (Lost who?) e, no dia do season finale, competirá diretamente com o VMA pela audiência americana. Quem ganha a briga?

O clipe vocês assistem abaixo.