Arquivo

Archive for the ‘quadrinhos’ Category

Kick ass o retorno

Mesmo com um atraso demoníaco e ainda sem final, Mark Millar já anunciou que fará a continuação de Kick Ass, que terá o doce subtítulo de Balls to the Wall (algo como Bolas contra a parede). Millar pretende lançar a tal mini-série no final de julho, mas ele mesmo reconhece que não deve se precipitar e primeiro esperar que sejam produzidos um razoável número de edições antes da mini ser lançada (pra evitar atrasos), já que eles demoraram 22 meses pra fazer as 8 edições de Kick Ass. A edição 8, que marca o final da primeira série agora é prevista pra ser publicada no final de janeiro, se tudo der certo, claro. Ainda sobre Kick Ass, Millar diz que quer fazer pelo menos uma trilogia.

Filme vindo em 2010. Continuação da HQ que poderá também se tornar um filme. Livro mostrando a produção da HQ e do filme a ser lançado. É definitivamente o Millar quer trocar de carro.

Legion – Preview da HQ com o prelúdio do filme.

Continuando com a campanha do hype sobre o filme Legion, está saindo lá fora uma revista com o prelúdio da história do filme, “O teólogo e o soldado”, mostrando um exercito de anjos com a fala “Os cães do céu serão libertados”, deve ser uma luta feia com a contra-parte infernal não é?

Para mais algumas páginas do preview, vá aqui!

Fonte: http://io9.com

Pinóquio, o caça vampiros.

pvs_001

Existe uma certa atração por idéias que aparentemente são insanamente brilhantes. Pinóquio, o caça vampiros de uma forma ou de outra vai chamar sua atenção, nem que seja pra você falar “Mas que bela merda”. Mas idéias desse tipo, funcionam como um ato de contra-cultura em cima da produção artística, principalmente a de quadrinhos. Fábulas, talvez um dos maiores expoentes quando se fala de quadrinho contemporâneo, é a prova disso, os personagens de contos de fadas vivendo no mundo real protagonizam histórias muito mais empolgantes e interessantes do que aquelas pra que eles originalmente foram planejadas. Boa parte disso é culpa de Bill Willingham, que conseguiu criar um universo cheio de humor, violência e, porque não dizer, mistério. Provavelmente Pinóquio, o caça vampiros tenha surgido graças ao sucesso de Fábulas, que mostrou que é viável trabalhar personagens das histórias infantis em histórias mais adultas.

Pinóquio, o caça vampiros acontece após os acontecimentos da história original (relembrada no início da HQ de forma engraçadinha), após viverem felizes para sempre, Pinóquio e Gepeto são atacados por vampiros no que resultou na inevitável morte de Gepeto. Desejoso por vingança, Pinóquio jura caçar cada um deles e dar um fim em sua existência. Ao contrário de Bill Willingham, Van Jasen, o escritor de Pinóquio, o caça vampiros, não tem o mesmo brilhantismo que tornou Fábulas um sucesso, aqui vemos uma história arrastada, com tentativas forçadas de se fazer humor e muito mais do mesmo. Não existe nada aqui que você já não tenha lido antes, até a boa sacada de Pinóquio mentir para que seu nariz cresça e assim ele possa usá-lo como uma estaca, parece artificial. Pinóquio, o caça vampiros funciona exatamento de forma contrária do que ele deveria funcionar e em nenhum momento vemos um rompimento com o que já se alastra há muito tempo ao se falar de ficção, perpetuando o que já estamos cansados de ler. Em suma, Pinóquio é descartável e a prova disso é em seu final com o tradicional momento de revelação ‘bombástica’. Aqui ficamos sabendo que Gepeto é o grande vilão da história, o que já sabíamos desde o inicio, quando ele foi atacado pelos vampiros. Daí você já tira o comprometimento com inovação do autor.

Em resumo, esqueça essa história, você nem precisa se preocupar com isso, porque ela nunca será lançada aqui no Brasil mesmo. Pinóquio, o caça vampiros é mais uma boa idéia que foi desperdiçada, por não ter um escritor que saiba trabalhar a idéia do jeito que ela merece e criar o tom de absurdo e genial que a história precisa. Assim Pinóquio, o caça vampiros, acaba se juntando ao lado de Vampiratas, como as idéias mais ousadas e decepcionantes das histórias de ficção.

Como o filme deveria terminar

A idéia por trás dos vídeos é classica para todos nós que saímos do cinema já pensando que poderiamos fazer melhor do que o diretor (pense no Matrix 2 e 3 e você sabe do que estou falando).

How it Should Have Ended realiza algumas dessas idéias, mostrando misturas muito boas, como essa do Terminator Salvation, que leva o o T-800 para salvar o criador das viagens no tempo. Não dá pra contar. Assista! Animação boa e com ótimas dublagens.

Outro muito bom mostra como o filme Homem-Aranha 3 deveria ter terminado… e começado também. Sem dúvida concordo que seria melhor assim.

Homem de Ferro 2, visita às gravações (sim a Scarlett aparece).

Iron Man 2. Repetindo a mesma sensação do primeiro filme, tudo parece perfeito! A ação, os personagens são bem feitos e BY THE HAMMER OF THOR Scarlett Johansson … simplesmente promete todo mundo querer bater o “record mundial de tempo sem piscar os olhos” quando aparece na tela. Sério, essa mulher é incrivel!

No video dá para ver algumas partes em que o Mickey Rourke arrebenta tudo com os chicotes de energia, carros de formula 1 explodindo e Peper jogando uma maleta vermelha pela janela do carro. Se você conhece o Homem de Ferro nos quadrinhos já sabe que é bem possível que dentro da maleta esteja a armadura. Mas acho difícil utilizarem esse conceito no filme.

Enfim, assista o video e como eu fique feliz que tudo está indo muito bem com o filme que vai abrir ainda mais as portas para os planos da Marvel e o filme dos Vingadores!

P.S: Eu falei que a Scarlett Johansson está um sonho em movimento nesse filme?

Thor escala a sua guerreira Sif

Vai em frente, olhe essa foto e imagine como ela vai ficar... boa... no papel eu quiz dizer.

Vai em frente, olhe essa foto e imagine como ela vai ficar... boa... no papel eu quiz dizer.

Diferente da maioria dos filmes em produção, Thor é um daqueles que não solta notícias o tempo todo, então a espera fica cada vez mais forte quando novidades aparecem. Se A Natalie Portman já era bom para o papel de Jane Foster, namorada de Dr. Donald Blake, a outra metade humana de Thor na Terra, o Deus mais sortudo da Marvel ainda acaba de ganhar a sua parceira em Asgard. A Guerreira Sif acaba de encontrar a sua pele, corpo, olhos verdes/dourados de matar na atriz Jaimie Alexander.

Ela pode ser vista na série Kyle XY (que só eu conhecia até o SBT começar a passar), E além dos olhos capazes de prender a sua atenção para cada detalhe do que ela fala, a atuação da garota é muito boa, pronta para rasgar inimigos com uma espada, e como você pode ver ai na foto, a semelhança vai ajudar bastante.

Em outra nota o ator Colm Feore foi escalado como um vilão que a identidade ainda não foi revelada.

P.S: É eu nem coloquei uma foto do cara por que convenhamos, olha só como é a Jaimie Alexander…

Eu não ia estragar a beleza desse post colocando a foto de um cara.

Deadpool #900

por Tiago Volpato

Em sua luta eterna, Marvel X DC seguem aprontando todas disputando quem é a melhor editora, ou pelo menos, quem vende mais. Joe Quesada anunciou que pularia cerca de 889 edições de Deadpool e publicaria o número 900 com os nobres objetivos de: publicar uma edição 900 primeiro que a DC (que terá o título Action Comics recebendo a númeração de forma “honesta” em 2010) e claro, pra vender um bocado de revistas.

Agora a própria Marvel divulgou em seu site imagens da edição, que terá vários desenhistas. O problema é que a Marvel divulgou logo as páginas do Rob Liefeld em uma clássica manobra de anti-marketing. Destaque pro pézão super proporcional na imagem de número 3.

Analisando pelo lado positivo, pelo menos não serão 104 páginas de Liefeld.